Mineirinho conquista sonhado título e ainda vence Pipe em final com Medina

Mineirinho

Missão dada é missão cumprida. Primeiro brasileiro a liderar o ranking mundial e um dos grandes responsáveis por abrir os caminhos para o “Brazilian Storm” dominar o surfe, Adriano de Souza batalhou por dez anos para realizar o sonho de uma vida inteira. Desde que apareceu na elite, o menino do Guarujá, conhecido no mundo do surfe como “Capitão Nascimento”, pelo jeito sério e determinado, se acostumou a quebrar barreiras e sempre foi apontado como o surfista que traria o tão almejado título mundial para o país. A façanha veio com Gabriel Medina no ano passado, triunfo que provou que o sonho era possível. E nesta quinta-feira, o projeto de vida de Mineirinho não só foi concluído com êxito, como superou todas as suas expectativas, com direito a vitória inédita para o país na famosa etapa de Pipeline, última parada do Circuito Mundial em 2015.
image2

Após a queda de Mick Fanning para Gabriel Medina pelas semifinais, Adriano nem precisaria vencer o Pipe Masters para ficar com o seu primeiro título. A conquista foi assegurada com a vitória na semifinal, contra o havaiano Mason Ho. Mineirinho foi carregado desde a água até a areia pelos torcedores brasileiros presentes no Havaí e dedicou o título ao amigo Ricardo dos Santos, assassinado no início do ano, e ao irmão que comprou sua primeira prancha. Mas ainda tinha mais. O guerreiro de Guarujá voltou ao mar e fechou a temporada de 2015 também com a vitória na “meca” do surfe. Em uma decisão brasileira, que reuniu os campeões de 2014 e 2015, Mineirinho desbancou Medina e ainda levou a taça da última etapa do ano (14,07 x 8,50).

–  Vim para cá para tentar levar esse troféu de campeão do mundo para casa, e ser o campeão de Pipe Masters é um sonho de todo surfista. Não tenho nem palavras. Sou abençoado por Deus. É fantástico ser campeão. Quero dizer “muito obrigado a todos os brasileiros”. É, sou campeão!

 

Fonte.

lightningbolt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *